[alexandre@web ~]$

Customizações

Tags: meta , jekyll

Jekyll

O Jekyll é tão simples e direto ao ponto em sua concepção e no que propõe, que várias das funções que esperamos de qualquer tipo de gerenciador de conteúdo acabam requerendo bem mais esforço e customização inicial da parte de quem está subindo um site baseado nesta ferramenta. E foi, claro, o meu caso aqui. Como adicionar de uma maneira útil, tags aos posts e pesquisa em um site que tem todo o seu conteúdo criado de maneira estática em markup language?

Depois de ler um pouco de documentação, algumas pesquisas e experimentação, cheguei em algo que satisfizesse o que tinha em mente. As tags agora existem, estão sendo exibidas em uma página própria e em cada post como se espera. Para realizar pesquisa sem banco de dados próprio, acabei optando por usar o Programmable Search Engine do Google. A ferramenta permite a criação de um mecanismo de pequisa apenas para conteúdo de um domínio em específico e gera um script pronto que pode facilmente ser adicionado em páginas estáticas como as do Jekyll.

Além disto, adicionei o Font Awesome no CSS para usar aqueles ícones bacanas que foram posicionados no pé da página e linkar vários dos meus perfis, e-mail de contato e RSS.